Prevenir nunca é demais

Pedro Augusto

Conforme anunciou esta semana a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente, estamos vivendo uma pandemia do novo coronavírus. Nos últimos 15 dias, o número de casos de Covid-19 (doença provocada pelo vírus) fora da China aumentou 13 vezes e a quantidade de países afetados triplicou. Até a sexta-feira (13), já eram mais de 118 mil infectados em 114 nações com o registro de 4.291 mortes. No âmbito nacional, o quantitativo de casos confirmados, na mesma data, correspondia a 77, segundo a atualização do Ministério da Saúde. Desta soma, dois são de Pernambuco.

Os infectados são um casal, uma mulher de 66 anos e um homem de 71 com viagem recente realizada para Roma, na Itália, segundo país com mais casos do vírus no mundo. O casal reside no Bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Eles retornaram para o Brasil no último dia 29 de fevereiro e foram internados no dia 5 de março. A mulher encontra-se internada no Hospital Português, que é privado e se localiza na capital pernambucana, e o homem, na UTI dessa mesma unidade de saúde.

Em Caruaru, pelo menos até o fechamento desta edição do VANGUARDA, não se havia nenhuma confirmação em relação a infectados pela doença. Entretanto, o alerta da população deve permanecer ligado, haja vista que o coronavírus vem se espalhando rapidamente em todos os cantos do mundo. Tal pandemia tem levado eventos em todas as suas esferas a serem cancelados, voos a serem suspensos, aulas a serem paralisadas, sem falar nos regimes de quarentena adotados por países como a Itália, onde o número de casos confirmados já passou dos 10 mil.

O objetivo é se evitar ao máximo a aglomeração de pessoas nos mesmos espaços para se combater a propagação da doença. O Ministério da Saúde do Brasil está orientando que os brasileiros adotem algumas recomendações importantes como: evitar contato próximo com pessoas que apresentam infecções respiratórias; lavar bem as mãos; evitar tocar os olhos, nariz e boca sem ter higienizado as mãos; evitar compartilhamento de objetos de uso pessoal, tais como copos e talheres; evitar contato com animais doentes, além de cozinhar bem ovos e carne.

Os principais sintomas do coronavírus são febre, cansaço e tosse seca. Algumas pessoas têm dores no corpo, congestão nasal, coriza, dor de garganta ou diarreia. Em caso de dúvidas em relação à doença, as pessoas devem consultar um médico para receber as orientações sobre o que fazer. Prevenir nunca é demais e pode se evitar várias consequências indesejáveis, inclusive, a morte.

Comments

comments