Extensos volumes de chuva beneficiam região

PUBLICIDADE

Pedro Augusto

Na semana em que a comunidade católica comemorou o Dia de São José, na última quinta-feira (19), elevados volumes de precipitações caíram do céu da região Agreste. Para quem ainda desconhece a tradição, o santo é conhecido por garantir muita chuva principalmente para os agricultores, durante o seu maior período de devoção do ano. Em Caruaru, por exemplo, em apenas 24 horas desta semana, choveu 75,1% do aguardado para todo o mês de março. De acordo com o levantamento da Agência Pernambucana de Águas e Clima, ao longo da última terça-feira (17), choveu 56,2 milímetros dos 74,8 milímetros da média histórica da cidade.

Em vídeo enviado à imprensa, o meteorologista da Apac, Thiago do Vale, explicou os fatores que provocaram o aumento considerável de precipitações ocorridas na Capital do Agreste. “Caruaru possui um clima semi-árido. A chuva que aconteceu está associada à zona de convergência intertropical. É um sistema comum para a época e é o principal mecanismo causador de chuvas para a região semi-árida do Nordeste como um todo. Existe a previsão de que continuem as precipitações em todo o estado, desde o litoral ao Sertão. Então, em Caruaru deve continuar chovendo”.

Extensos volumes de chuvas também foram observados em municípios da região Agreste, o que provocou maiores acúmulos de água em mananciais locais. Jucazinho, por exemplo, que fica em Surubim, saiu de seu volume morto e agora se encontra com 5,23% de sua capacidade total. A barragem de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe, foi outra unidade a ser beneficiada chegando a verter, na última terça-feira (17), depois de nove anos.

Monitoramento

A Compesa está realizando monitoramento contínuo dos mananciais juntamente com a Apac com o objetivo de acompanhar o nível de acumulação devido às recentes chuvas registradas e, com isso, ampliar a oferta de água para a população. As primeiras melhorias já estão sendo sentidas no interior do estado, beneficiando cerca de 150 mil pessoas. Os mananciais que atendem os municípios de Jataúba, Santa Cruz do Capibaribe, Sanharó e Escada saíram de situação de pré-colapso ou colapso após registrarem aumento do volume de água acumulada. Já os municípios de Triunfo, Brejo da Madre de Deus, Belo Jardim, São Benedito do Sul e Pombos tiveram redução do rodízio.