Caruaru: Obras e reformas desrespeitam decreto estadual

PUBLICIDADE

Wagner Gil

Com a quarentena imposta através de decretos estaduais e municipais, muitos setores da economia tiveram que parar as suas atividades, dentre eles, a construção civil, um dos que mais empregam no país.

Na tentativa de aproveitar a quarentena de dar um ‘upgrade’ em seus estabelecimentos, alguns comerciantes não estão respeitando o decreto do Governador Paulo Câmara e vêm tocando obras sem serem incomodados pelas autoridades responsáveis pela fiscalização. Nossa reportagem flagrou uma obra na Rua XV de Novembro e outra no Marco Zero.

Na primeira, pelo menos dez pessoas, entre pedreiros e ajudantes reformam uma imensa loja. Um homem que não se identificou e estava na entrada do estabelecimento, chegou a questionar nossa reportagem que estava fazendo imagens do fato e sem autorização dele. Nenhum dos trabalhadores estava utilizando equipamentos segurança como luva, botas ou capacete. Em época de Covid-19, as máscaras também são fundamentais.

A outra obra fica na Rua da Conceição. Tinham cerca de quatro pessoas trabalhando no acabamento e na calçada. O secretário de Obras, Rodrigo Miranda, disse que obras particulares estão proibidas e as públicas fica a cargo de cada gestor em sua cidade.