Bombeiro é morto com tiro no rosto na Terra da Sulanca

PUBLICIDADE

Pedro Augusto

O bombeiro civil João Higino Barbosa Neto, de 19 anos, foi assassinado com um único disparo, ontem (19), em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado. De acordo com as investigações iniciais da Polícia Civil, ele estava no Sítio Arapuã, às margens da PE-160, quando foi morto com um disparo no rosto.

João Higino tinha passagem pela polícia devido ao seu envolvimento com o tráfico de drogas. Após o levantamento cadavérico do Instituto de Criminalística, o corpo dele foi encaminhado ao IML de Caruaru.