Grupo explode agências bancárias em Catende

PUBLICIDADE
Na madrugada desta terça-feira (21), um grupo de homens armados explodiu caixas eletrônicos nas agências da Caixa e do Banco do Brasil de Catende, Zona da Mata de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, após a ação criminosa, o grupo seguiu para Belém de Maria. Os policiais afirmaram que estão monitorando as rotas de fuga.
Em nota, a Polícia Federal em Pernambuco informou que a ação ocorreu por volta da 1:30h da manhã. A investida, desde a chegada dos suspeitos até a consumação do assalto, durou cerca de 12 minutos. Dois homens estavam no interior da agência. Os suspeitos ainda não foram identificados.
Na ação, os bandidos arrombaram a agência da CEF e tentaram colocar artefatos explosivos em dois terminais eletrônicos e no cofre. Eles não conseguiram porque o alarme foi acionado. Após isso, os homens fugiram. De acordo com a PF, eles não conseguiram levar  nenhuma quantidade em dinheiro, provocando apenas danos materiais.
Na fuga, os assaltantes deixaram para trás alguns artefatos explosivos no interior da agência.
A PF acionou o GBE-Grupo de Bombas e Explosivos da corporação para retirar os artefatos. Ainda segundo a PF, a Polícia Militar foi acionada logo após o roubo e se dirigiu para o local. Minutos depois, fez algumas incursões procurando suspeitos, mas sem encontrar ninguém.
A Polícia Federal afirmou que deslocou uma equipe para realizar as primeiras investigações e perícias. Testemunhas deverão ser ouvidas e um inquérito policial será instaurado. O caso segue sendo investigado. A PF divulgou um número de disque-denúncia para informações sobre suspeitos do crime: 3421-9595. As pessoas que colaborarem terão sua identificação, sigilo e anonimato preservados.
Leia a nota da PMPE sobre o caso, atualizada:
Na madrugada desta terça-feira (21/04), por volta das 02h20, a Central de Operações do 10°BPM tomou conhecimento que um de seus efetivos se deparou com alguns indivíduos em atitudes suspeitas e travado intenso tiroteio, no bairro de Bambuluá, município de Catende.
 
Concomitante ao fato acima, a Central passou a receber várias ligações telefônicas de populares, informando que no centro da cidade de Catende, podia se ouvir barulho de tiros e de explosão, sendo constatado posteriormente ataques aos Caixas Eletrônicos das Agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica.
 
Equipes do BEPI e do 10°BPM realizaram diligências visando capturar os indivíduos por estradas na zona urbana e rural, sendo prejudicadas por centenas de grampos colocados na via pelos marginais em fuga.
 
Informações iniciais dão conta, que os indivíduos estavam de posse de 1(uma) metralhadora e agiram em no mínimo três veículos e uma motocicleta, dos quais uma caminhonete Toyota Hilux vermelha e um de modelo não identificado que foi abandonado em chamas na rodovia. Os marginais provavelmente fugiram pela zona rural, na estrada que leva ao município de Belém de Maria.
 
Uma guarniçao permaneceu no local do fato em Catende, isolando o local para a chegada dos peritos do IC, bem como dos respectivos gerentes para darem continuidade à ocorrência.
 
COMPLEMENTO:
 
Agência do Banco do Brasil
 
– Durante a Perícia realizada pelo IC na Agência do Banco do Brasil, ficou constatado que NÃO OCORREU A SUBTRAÇÃO DE NUMERÁRIOS, uma vez que o explosivo colocado foi ineficaz, resultando apenas em danos materiais na porta do cofre;
 
Agência da Caixa Econômica Federal
 
– Ainda aguardando a Perícia da Polícia Federal, todavia, informações repassadas pela Gerência da Agência, após análise das imagens das câmeras de monitoramento, apontam que ocorreu uma cortina de fumaça na anti-sala do cofre, que duas bananas de dinamite podem ser visualizadas no local, bem como os marginais em fuga, levando a entender que NÃO OCORREU A SUBTRAÇÃO DE NUMERÁRIOS, resultando apenas em danos materiais na porta de vidro da entrada e alguns terminais eletrônicos.
 
Diante o acima relatado, constata-se que a pronta resposta das equipes policiais, sobretudo da ROTAM/10°BPM, que veio travar intenso tiroteio com uma das equipes dos marginais, foi predominantemente importante para retardar e frustar a consumação exitosa do ato criminoso.
Diario de Pernambuco