Detentos explodem muro e fogem da Penitenciária de Limoeiro

PUBLICIDADE

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) registrou, na madrugada desta quinta-feira (9), a fuga de 27 detentos da Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, na Zona da Mata de Pernambuco.

A evasão ocorreu por volta das 4h, através da explosão de um dos muros da unidade prisional. Segundo o diretor do presídio, Paulo Uchôa, os criminosos, cerca de trinta, usaram dinamite e, inclusive, três bananas de dinamite ficaram no local e foram desativadas em seguida por uma equipe especializada. “Eles chegaram fortemente armados, com material bélico pesado, mas temos equipamento a altura e respondemos. Isso impediu uma fuga em massa.”

No pavilhão onde aconteceu a explosão havia cem homens, todos considerados perigosos. São presos de fora do estado e pernambucanos também. “Devido a nossa reação, somente fugiram 27, mas era impossível não ter esse desfecho. Estamos trabalhando na recaptura.” Um cão ficou ferido a bala durante a ação e o diretor informou que acionou um veterinário.
O diretor disse, ainda, que as famílias dos presos fiquem despreocupadas. “Não há feridos na unidade, estamos fazendo a contagem e ninguém será punido.”

Os presos foragidos estão sendo identificados e tropas especiais da Polícia Militar já trabalham na recaptura. A Seres acrescenta, ainda, que uma sindicância administrativa será aberta para apurar as circunstâncias em que o caso ocorreu.

Diario de Pernambuco