Náutico visita Brasil de Pelotas/RS querendo se aproximar do G4 da Série B

PUBLICIDADE

Embalado após duas vitórias consecutivas, o Náutico visita, neste sábado (5), o Brasil de Pelotas/RS, às 21h30, no Bento de Freitas, pela Série B do Campeonato Brasileiro 2020. Caso saia do Sul ao menos com um empate, o Timbu vai chegar ao sétimo jogo seguido sem tropeço, batendo seu próprio recorde de invencibilidade na temporada. Um triunfo deixaria os pernambucanos ainda mais próximos do G4 da competição, entrando de vez na briga pelo acesso.

O Náutico terá dois desfalques para o jogo. Com lesão de grau um na coxa direita, o zagueiro Rafael Ribeiro ficará uma semana afastado. O defensor se machucou ainda no primeiro tempo do jogo passado, contra o Figueirense, nos Aflitos. Seu substituto será Camutanga, que formará dupla de zaga ao lado de Fernando Lombardi.

Já o meia Jean Carlos sentiu um desconforto na região do músculo adutor da coxa direita e ficou no Recife para tratamento com a fisioterapia do clube. Para o seu posto, o técnico Gilson Kleina pode acionar Jhonnatan, mantendo o 4-4-2, ou apostando em uma equipe mais ofensiva, adicionando um atacante, com as opções de Dadá, Thiago ou Paiva. Na lateral esquerda, resta a dúvida se o Timbu continuará com Erick Daltro ou se vai promover o retorno de Willian Simões, recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo.

Criar uma base titular e aumentar o entrosamento é um dos pontos de Kleina para fazer o Náutico evoluir na Série B, mas, nos últimos jogos, são os atletas que saem do banco de reservas que estão tomando o protagonismo das vitórias. Contra o Guarani, no Brinco de Ouro, o gol da vitória por 2×1 saiu dos pés do atacante Paiva, acionado no segundo tempo. Perante o Figueirense, na rodada passada, o tento foi de Dadá Belmonte, após belo passe de Thiago. Em comum, o fato de ambos terem entrado no decorrer do duelo.

Brasil

Por falar em bom aproveitamento do banco de reservas, o Brasil de Pelotas contou com o mesmo artifício para vencer a primeira partida pela Série B 2020, na rodada anterior, diante do Cruzeiro. Gabriel Poveda marcou o tento da vitória que tirou o time gaúcho da zona de rebaixamento – a equipe vinha de três empates e duas derrotas.

Essa será apenas a quinta vez que Náutico e Brasil se enfrentam. Os duelos anteriores também foram pela Série B. Em 2016, um 0x0 no Rio Grande do Sul e uma vitória alvirrubra por 2×0 em Pernambuco. Na temporada seguinte, cada time venceu em seus domínios, com os gaúchos superando o adversário por 2×0, no Bento de Freitas, e o Timbu ganhando por 1×0, nos Aflitos.

Ficha técnica

Brasil de Pelotas

Rafael Martins; Rodrigo Ferreira, Lázaro, Leandro Camilo e Bruno Santos; Sousa, Bruno Matias e Gegê; Matheus Oliveira, Luiz Henrique e Danilo Gomes. Técnico: Hemerson Maria

Náutico

Jefferson; Hereda, Camutanga, Fernando Lombardi e Erick Daltro (Willian Simões); Rhaldney, Matheus Trindade, Jhonnatan e Jorge Henrique e Jean Carlos; Erick e Salatiel. Técnico: Gilson Kleina

Local: Bento de Freitas (Pelotas/RS)
Horário: 21h
Árbitro:
Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ). Assistentes: Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sa e Daniel de Oliveira Alves Pereira (ambos do RJ)
Transmissão: Premiere FC