Em reencontro com Lisca, Náutico enfrenta América/MG nesta sexta-feira

PUBLICIDADE

Há quatro rodadas, apenas três pontos separavam América/MG, então quinto colocado, com 17, do Náutico, à época em nono, com 14. Desde então, porém, os clubes seguiram caminhos opostos. O Coelho engatou uma sequência sem derrotas no período, com três empates e uma vitória. Já o Timbu fez o oposto, amargando jejum de triunfos, com dois tropeços e dois resultados de igualdade. Nesta sexta (9), pernambucanos e mineiros duelam no Independência. Encontro que pode manter ou mudar o atual cenário dos clubes na Série B do Campeonato Brasileiro 2020.

O torcedor do Náutico conhece bem o técnico do América/MG. Lisca, ex-comandante alvirrubro nos anos de 2014 e 2015, chegou ao clube mineiro no início do ano. Na Segundona, ele ainda não conseguiu fazer a equipe engrenar como mandante. O Coelho conquistou oito dos 18 pontos disputados em casa – um aproveitamento de 44,44%. Curiosamente, o time é o melhor visitante da Série B, com 15 dos 24 pontos possíveis obtidos longe do Independência (62,5%).

O Náutico, por outro lado, é o quinto pior visitante da competição (27,7%), com uma vitória, dois empates e três derrotas. O Timbu está na 13ª posição da Série B, com 15 pontos, enquanto o América/MG é o sexto, com 23. O jogo mais recente entre pernambucanos e mineiros aconteceu na Segundona de 2017, com vitória do Coelho por 1×0, no Independência.

Para o confronto desta noite, a tendência é que o técnico Gilson Kleina mantenha o esquema mais ofensivo, com apenas um volante, utilizado no empate em 0x0 com o Paraná, também longe do Recife. O que indica a permanência de Ruy ao lado de Jean Carlos no setor de armação do time. A dúvida seria com relação ao homem da cabeça da área. Trindade atuou no jogo passado, mas Djavan, recuperado de uma lesão na coxa, pode reaparecer na equipe.

Histórico

Esse será o quarto jogo do Náutico contra uma equipe comandada pelo técnico Lisca. Nas outras ocasiões, o Timbu saiu de campo sem ser derrotado. Foram dois empates, sendo 1×1 perante o Sampaio Corrêa, em 2014, e 0x0 com o Joinville, em 2016 – ambos os jogos pela Série B. No ano passado, os pernambucanos levaram a melhor diante do treinador no triunfo por 2×0 ante o Ceará, pela Copa do Nordeste.

Ficha técnica

América/MG

Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson Jesus e Sávio; Zé Ricardo, Juninho e Alê; Ademir, Léo Passos e Felipe Azevedo. Técnico: Lisca.

Náutico

Jefferson; Hereda, Camutanga, Rafael Ribeiro e Willian Simões; Trindade (Djavan), Ruy e Jean Carlos; Dudu, Thiago e Kieza. Técnico: Gilson Kleina

Local: Independência (Belo Horizonte/MG)
Horário: 19h15Árbitro: Wagner Reway (PB). Assistentes: Oberto da Silva Santos e Schumacher Marques Gomes (ambos da PB)
Transmissão: Premiere FC