Justiça determina prisão de tio que estuprou e matou menina em Petrolina

PUBLICIDADE

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) disse que o homem que confessou o estupro e o assassinato da sobrinha de 11 anos em Petrolina, no Sertão pernambucano, teve a prisão preventiva decretada durante a audiência de custódia realizada na Central de Flagrantes de Petrolina.

A menina estava desaparecida desde a noite do domingo (11), no residencial Monsenhor Bernardino, e foi encontrada morta no bairro Parque Petrolina, na segunda-feira (12). A família tentou procurar a menina, mas não encontrou e acionou a polícia. Após buscas, o homem foi encontrado no bairro Terras do Sul. O suspeito é irmão do padrasto da jovem.

Suspeito confessou o crime

O delegado Gabriel Sapucaia disse que o homem confessou que saiu de casa com a menina e a estuprou em um matagal no bairro de Topázio.”O autuado foi preso em flagrante delito pelos crimes de estupro e de homicídio em suas formas qualificadas. Ele será apresentado hoje em audiência de custódia”, disse o delegado.

NE 10 Interior