Brasil x Argentina será na Arena, diz Globo; Evandro volta a negar

PUBLICIDADE

Os contornos envolvendo o jogo entre Brasil x Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, ganharam um novo capítulo nesta quarta. Durante a transmissão de Vasco x Corinthians, pela 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o repórter da TV Globo, Eric Faria, afirmou que o maior clássico sul-americano entre seleções será realizado na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, no dia 30 de março de 2021.

Ainda no mês de outubro, o Grupo Globo fechou com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e com a Associação de Futebol da Argentina (AFA) os direitos de transmissão dos jogos de Brasil e Argentina quando as duas seleções forem mandantes nas Eliminatórias.

No entanto, assim como na última semana, quando o assunto ganhou notoriedade, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, voltou a negar que a duelo esteja marcado para acontecer em solo pernambucano, nesta quinta-feira (22).

“Não tem nada marcado aqui. A CBF não marcou esse jogo e a CBF não me informou que vai marcar esse jogo aqui. É evidente que para nós seria ótimo, que brigamos há muito tempo por um jogo. Agora, ganhar uma briga dessa contra Rio e São Paulo é uma coisa quase impossível. Oficialmente não há nada marcado. Para a gente é de absoluta surpresa”, afirmou.

“Possibilidade existe em qualquer lugar do Brasil, probabilidade é que eu diria que é mínima, mas você não pode dizer que nenhum estado do Brasil está fora. Mas possibilidade legal é uma coisa, probabilidade é outra. Nós não temos absolutamente nada marcado”, reiterou.

A Seleção Brasileira iria estrear nas Eliminatórias em 27 de março, contra a Bolívia, na Arena de Pernambuco. No entanto, devido à pandemia da Covid-19, a partida foi adiada e disputada na Neo Química Arena, em São Paulo, em 09 de setembro, com goleada verde-amarela por 5×0. Na ocasião do adiamento, Evandro afirmou que um novo jogo do Brasil viria para Pernambuco, mas que ainda não havia data confirmada e seria necessário uma negociação com a CBF.

Nesta quinta, contudo, um discurso diferente foi adotado pelo cartola. Ele afirmou que, nesta edição das Eliminatórias, nenhuma partida substituirá o confronto entre Brasil x Bolívia: “Não tem mais. Só nas próximas Eliminatórias”, disse, ainda, ressaltando não ter conversado com a entidade máxima do futebol brasileiro a respeito de qualquer assunto que envolvesse o recebimento do Superclássico sul-americano no Estado. A reportagem tentou contato com a CBF, mas não obteve retorno até a publicação deste texto.

O último jogo da Seleção Brasileira principal em terras pernambucanas foi o empate em 2×2, em março 2016, contra o Uruguai. A seleção celeste, inclusive, aparece no caminho brasileiro no dia 17 de novembro, no Centenário, em Montevidéu, pela quarta rodada das Eliminatórias 2020. Antes disso, a seleção comandada por Tite terá a Venezuela pela frente, no dia 13 de novembro, no Morumbi, em São Paulo. O técnico brasileiro vai convocar a seleção nesta sexta para os respectivos confrontos.

Folhape