Miguel Coelho confirma favoritismo e é reeleito em Petrolina

PUBLICIDADE

Miguel Coelho (MDB), atual prefeito de Petrolina, no Sertão do Estado, e candidato à reeleição, venceu o pleito na cidade com 76,19 % dos votos.  O segundo colocado, Julio Losso (PSD), obteve 9,78 % e Odacy Amorim (PT), terceiro colocado, 9,64%.

Filho do ex-prefeito Fernando Bezerra Coelho, Miguel foi eleito deputado estadual em Pernambuco em 2014 e dois anos depois, como candidato no município, foi eleito para o primeiro mandato de prefeito, novamente à frente do petista Odacy Amorim. Confiante na vitória, ainda como candidato após ter saído da seção de votação, o prefeito reeleito demonstrava acredita na continuidade do trabalho no município.

“Petrolina quer mais quatro anos de mais desenvolvimento e trabalho. Chegamos animados, apesar de ser uma eleição atípica. Fizemos uma campanha bonita, propositiva, falando sempre para o povo da cidade das propostas para os próximos quatro anos”, declarou Miguel Coelho logo após ter saído da votação.

Petrolina, que em 2020, pela primeira vez, poderia ter levado a disputa para segundo turno – já que o município ultrapassou os 210 mil eleitores aptos a votar, ultrapassando o mínimo de 200 mil exigido pela regra eleitoral – elegeu o candidato do MDB que desde as primeiras pesquisas despontava como favorito à vitória em primeiro turno, fato que demonstra o fortalecimento da família Coelho formada pelo senador Fernando Bezerra e pelo deputado estadual António Coelho e deputado federal Fernando Filho, inclusive para o pleito de 2022.

Folhape