Governadores cobram data para imunização contra Covid-19

PUBLICIDADE

Opiauiense Wellington Dias (PT-PI), que preside o consórcio dos governadores do Nordeste e lidera os estados no tema da vacina contra a Covid-19, afirma que pretende reunir representantes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e também integrantes do STF (Supremo Tribunal Federal) na próxima segunda (11) para finalmente definir um cronograma nacional de vacinação.

Ele se queixa que milhões de doses de imunizante já chegaram ao país (da Coronavac), mas mesmo assim ainda não foi traçado um plano para o início do processo de vacinação. O Instituto Butantan prevê entregar amanhã a documentação para solicitar o registro de aplicação da Coronavac no Brasil, e a expectativa do governo paulista é iniciar a vacinação no estado em 25 de janeiro.

A Fiocruz anunciou a compra excepcional de 2 milhões de doses da vacina de Oxford produzida na Índia. A encomenda deve chegar ainda este mês, segundo prevê o governo federal. Não há data, porém, para o início da vacinação nacional.

Em entrevista à CBN, na segunda-feira, o governador Paulo Câmara chegou a comentar que “a gente quer que chegue logo a vacina, tendo registros dos órgãos regulatórios, a que vier vai vir a muito contento e vamos trabalhar para vacinar todos os pernambucanos. Esse é nosso foco”.

“A gente tem realmente uma expectativa em relação à vacina. Ela é a grande mola indutora da gente avançar nesse processo, diante da estabilidade que há e até, em alguns momentos, crescimento de casos aqui em Pernambuco e no Brasil”.

Paulo disse, ainda, que “em Pernambuco, a gente se preparou, temos uma logística bem desenhada, a vacina chegando em nosso Estado, temos condição de fazer a vacina chegar em todos os municípios em quatro dia e começar esse processo de vacina com as prioridade definidas pelo Plano Nacional de Vacinação e isso é fundamental para o planejamento dos próximos meses.”

Internet

À espera  da reunião da Anvisa, governadores da de diferentes estados se reuniram por teleconferência, hoje, com o secretário de vigilância do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, para cobrar um plano, um cronograma de vacinação contra a Covid-19 para todo o país. Contudo, não obtiveram uma data após a conversa.

“Nossa expectativa era de que houvesse alguma definição. A reunião foi até estressante. Cobramos uma data e não nos foi fornecida. Quando chegam os insumos? Quando começa a vacinação? O secretário disse que iria levar nossa demanda ao ministro Pazuello”.

Além de Dias, participaram da reunião Ronaldo Caiado (Goiás), Helder Barbalho (Pará), Waldez Goes (Amapá) e Eduardo Leite (Rio Grande do Sul).