Contra o rebaixado Oeste, Náutico busca três pontos para seguir vivo na Segundona

PUBLICIDADE

É vencer, ou vencer. Não há outro resultado que interesse ao Náutico na noite desta quarta-feira (20), diante do Oeste, em duelo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, nos Aflitos. Após perder para a Ponte Preta e ver os rivais encostarem na tabela, às 19h15, o Alvirrubro entra em campo buscando chegar aos 42 pontos, no intuito de manter vivo o objetivo de permanecer na Segunda Divisão na temporada 2021.

Já rebaixado matematicamente para a Série C, o Oeste chega sem responsabilidades para encarar o Náutico. O que deveria ser uma preocupação a menos para o técnico Hélio dos Anjos. Entretanto, o treinador não gosta da ideia do adversário chegar sem pretensões na partida jogando a pressão para o lado alvirrubro. “Eles não têm responsabilidade e oferecem perigo. Me preocupo muito quando vou encarar um time que não tem responsabilidade pelo resultado, pois joga solto, leve. O que temos que fazer é criar uma situação de passar a régua. Não há outra alternativa, temos que ser aquele time, o Náutico que tem conseguido êxito jogando dentro dos Aflitos. A obrigatoriedade é em função da necessidade”, falou o treinador.

Em sete jogos à frente do Náutico nos Aflitos, Hélio dos Anjos tem um aproveitamento de 80,9% dos pontos disputados. Foram cinco vitórias e dois empates, que fazem do Timbu o melhor mandante do returno até aqui. Com três jogos para o fim da Série B, dois serão realizados na capital pernambucana. Além deste contra o Oeste, na última rodada o Alvirrubro encara o CSA, em duelo que pode selar a permanência na Segundona ou o descenso para a Série C.

Para dar continuidade ao bom desempenho como mandante, o treinador contará com retornos na equipe. Depois de encarar a Ponte Preta repleto de baixas por Covid, o Náutico terá a volta de Hereda e Rhaldney. O lateral-direito está recuperado do novo coronavírus e teve seu regresso confirmado por Hélio na coletiva da última terça. A expectativa é que ele possa ser utilizado na lateral esquerda, local que contou com Camutanga improvisado no final de semana. Já Rhaldney pode aparecer entre os titulares depois de cumprir suspensão ante a Macaca. No sistema ofensivo, a expectativa é que Álvaro e Vinícius sejam relacionados. Ambos haviam testado positivo para a Covid na mesma leva de Hereda.

Kevyn e Igor Miranda, diagnosticados com o vírus, seguem fora. Assim como Djavan, desfalque por receber o terceiro amarelo no revés para a Ponte.

Ficha técnica

Náutico
Anderson; Bryan, Camutanga, Rafael Ribeiro e Hereda; Rhaldney, Renan Foguinho e Jean Carlos; Erick, Dadá Belmonte (Vinícius) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

Oeste
Caíque França; Raí Ramos, Vitão, Maurício Barbosa e Rael; Yuri, Caio, Diogo e Léo Ceará; Fábio e Pedrinho. Técnico: Roberto Cavalo.

Estádio: Aflitos (Recife/PE)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Thiago Rosa de Oliveira (ambos do RJ)
Transmissão: Premiere.

Folhape