Catedral de Caruaru divulga horários das celebrações de Quarta-Feira de Cinzas

PUBLICIDADE

A Quarta-feira de Cinzas é um símbolo do dever da conversão e de mudança, para recordar-nos que a vida é passageira e frágil. É sempre o dia seguinte à terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 que compõem a Quaresma. Na Catedral de Nossa Senhora das Dores as celebrações acontecerão às 09h, presidida pelo bispo Dom José Ruy (abertura oficial da quaresma), e às 19h, presidida pelo Pe. Zenilson Tibúrcio.

Este ano, devido à pandemia, o Vaticano fez orientações sobre a Imposição das Cinzas. Feita a oração de bênção das cinzas e depois de as ter aspergido com água benta sem dizer nada, o sacerdote, voltado para os presentes, diz de uma só vez para todos a fórmula que se encontra no Missal Romano: “Convertei-vos e acreditai no Evangelho”, ou “Lembra-te que és pó da terra e à terra voltarás”.

Logo após, o sacerdote lava as mãos, coloca a máscara protegendo o nariz e a boca, e impõe as cinzas a todos os presentes que se aproximam dele. O sacerdote pega nas cinzas e deixa-as cair sobre a cabeça de cada um, sem dizer nada. Para participar das celebrações, os fiéis podem se dirigir diretamente à Catedral. No espaço haverá controle da entrada até atingir o limite de participantes por celebração, seguindo as normas de distanciamento social e todas as recomendações de segurança contra a Covid-19.

Na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão, a Igreja Católica aconselha os fiéis a fazerem jejum e abstinência de carne. Esta tradição tem como propósito fazer com que os fiéis tomem parte do sacrifício de Jesus.