Com folga, oposição faz história e elege Joaquim Bezerra como novo presidente do Santa Cruz

PUBLICIDADE

Um novo capítulo da história do Santa Cruz começou a ser construído nesta quinta-feira. Em uma eleição envolta em polêmicas e disputas, o clube elegeu seus novos mandatários para o triênio 2021-2023. Trata-se da chapa oposicionista ProSanta, que leva Joaquim Bezerra ao posto de 53º presidente do Tricolor. Eleito com 62,09% dos votos válidos, o grupo é apenas o segundo de oposição a sair vitorioso em uma eleição coral.

Com a vitória confirmada do ProSanta, além do presidente Joaquim, outros cargos estratégicos já têm nomes definidos para a composição. O novo vice-presidente do Santa Cruz será André Frutuoso, enquanto Mário Godoy assume a presidência do Conselho Deliberativo. Quem estará à frente da Comissão Patrimonial é Thomaz de Aquino Barbosa.
Assim, o grupo substitui a atual gestão, encabeçada por Constantino Júnior, que deixa o clube após três anos, sem títulos ou acessos conquistados. Essa troca no comando também significa a queda de um grupo dentro do Santa Cruz, uma vez que a única vitória de uma chapa de oposição no Arruda datava de 2006, quando Edinho Nogueira venceu o pleito com 52,02% dos votos e foi escolhido como substituto de Zé Neves na presidência.
Com o resultado definido, agora é o momento do ProSanta cumprir as próprias promessas. Segundo o planejamento da chapa, o primeiro dia de gestão já deve ter a convocação da assembleia geral para a reforma do estatuto do Santa Cruz. A reforma da fachada também está prometida para ser iniciada já no primeiro mês. A longo prazo, porém, o grupo prometeu um trabalho para firmar uma maior profissionalização na gestão do clube.
Esta foi a segunda vez que Joaquim Bezerra se candidatou à presidência do Santa. Em 2012, ele havia concorrido contra Antônio Luiz Neto, candidato à reeleição, e perdido, com 8,44% dos votos. Curiosamente, no pleito anterior, ele havia sido eleito vice-presidente do Tricolor na chapa do mesmo ALN, com quem rompeu no biênio 2010-2011.
 
VITÓRIAS DA OPOSIÇÃO NO TRIO DE FERRO
Sport (1986) – Homero Lacerda (62,09%)
Santa Cruz (2006) – Edson Nogueira (52,02%)
Náutico (2013) – Glauber Vasconcelos (73,39%)
Náutico (2015) – Marcos Freitas (50,32%)
Sport (2018) – Milton Bivar (88,14%)
Santa Cruz (2021) – Joaquim Bezerra (62,09%)
 
VOTAÇÃO EM 2021
ProSanta (Joaquim Bezerra) – 660 votos (63,95%)
Tradição de Vitórias (Roberto Freire) – 371 votos (35,95%)
A Voz da Arquibancada (Dody) – 1 voto (0,09%)
Brancos e nulos – 3 votos
Diario de Pernambuco