Na eleição mais disputada da história, Milton Bivar é reeleito presidente do Sport

PUBLICIDADE

A culminância do longo processo eleitoral do Sport foi o resumo do embate com o maior número de postulantes ao cargo de presidente da história do clube. O dia que marcou o choque nas urnas entre Milton Bivar, Nelo Campos, Delmiro Gouveia e Eduardo Carvalho teve todos os componentes esperados de um dia tenso em tempos pandêmicos: Nervos à flor da pele, aglomeração, bate-boca, muita chuva e tumultos, especialmente protagonizados durante a subida das urnas para o local de apuração.

Em meio a um clima pesado proveniente dos ânimos acirrados da corrida pela presidência, a contagem dos votos só foi iniciada após quase duas horas do fechamento das urnas. E delas veio o destino do comando leonino para o biênio 2021-2022. Com 1023 votos, sendo 43% dos votos totais, Milton Bivar foi reeleito para o seu terceiro mandato, segundo de maneira consecutiva, frustrando a oposição, encabeçada por Nelo Campos, que teve 985 votos e buscava ser a terceira chapa de oposição a vencer um embate eleitoral na Ilha do Retiro
A apuração dos votos durou aproximadamente quatro horas e terminou às vésperas de chegarmos ao sábado, dia em que o Leão entra em campo pela última vez na Copa do Nordeste, contra o Treze-PB. Inclusive, a atual gestão, que se mantém por mais dois anos, vem sendo bastante criticada pelo desempenho do time em campo, que já sofreu, além do Nordestão, uma eliminação sentida na primeira fase da Copa do Brasil, em jogo polêmico com a Juazeirense.
Nos dois anos do seu segundo mandato (2019-2020), Milton conquistou o Campeonato Pernambucano de 2019 e o acesso à Série A no mesmo ano. Em 2020, não houveram taças conquistadas, mas o presidente, que se licenciou do cargo por motivos de saúde, conseguiu, junto à diretoria de futebol leonina, manter-se na elite nacional.
Histórico
Antes dos dois mandatos consecutivos alcançados nesta sexta-feira, Milton Bivar, de 69 anos, já foi presidente do Sport entre 2007 e 2008. Neste período, o clube ganhou dois Campeonatos Pernambucanos, além da Copa do Brasil, que é um dos maiores títulos da história rubro-negra.
Milton já foi diretor de futebol do Leão em 2006, quando o clube também foi campeão Estadual e conseguiu o acesso à Série A. Em 2013, ele ocupou o cargo de vice-presidente de futebol, mas o Leão não foi bem naquele ano: perdeu a final do Pernambucano para o Santa Cruz e foi eliminado nas semifinais da Copa do Nordeste para o Campinense-PB.
Diario de Pernambuco