Sismuc cobra resposta sobre vacinação de agentes

PUBLICIDADE

O Presidente do SISMUC – Regional, Eduardo Mendonça recebeu na sede do Sindicato, o Agente da Guarda Municipal de Caruaru, Marcio Bezerra, para tratar sobre a vacinação da Covid-19 nos servidores da Guarda que até o momento não começou. Para se ter ideia, desde o dia 31 de março existe uma Nota Técnica do Ministério da Saúde que determina que agentes da segurança sejam vacinados. Procurada a Secretaria de Ordem Pública e de Saúde ainda não explicaram aos agentes como será a dinâmica de vacinação neste grupo.

De acordo com a Nota Técnica N° 297 de 31 de março de 2021, o Ministério da Saúde direcionou para os estados e municípios exclusivamente doses da vacina contra a COVID-19 para as forças de segurança pública que estão envolvidas diretamente nas ações de vacinação como também nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social. A identificação do público-alvo deverá ocorrer em articulação com as representatividades locais, dos municípios, estados e Distrito Federal com as entidades representativas. A vacinação foi recomendada a partir da data de publicação desta nota.

Porém, os servidores da Guarda Municipal de Caruaru que desde o início da pandemia atuaram nas barreiras sanitárias, nas fiscalizações das medidas de distanciamento social e, mais recentemente, também na vacinação, ainda não foram incluídos no plano municipal de  vacinação, como também não há uma previsão para a destinação da vacina para estes profissionais. Os Agentes de Segurança Pública do Estado, como Policiais e Bombeiros Militares e Policiais Civis já estão recebendo essas doses. De modo semelhante à atuação do Estado de Pernambuco, vários municípios iniciaram a vacinação de suas Guardas Municipais, a exemplo de Água Preta, Paulista e Ipojuca.

Os agentes solicitam a inclusão dos servidores da Guarda Municipal de Caruaru no calendário de vacinação para que estes profissionais continuem prestando um excelente serviço com segurança.