Comércio de praia retoma funcionamento nesta segunda

PUBLICIDADE

A partir desta segunda-feira (26), o comércio de praia volta a funcionar em Pernambuco, conforme anunciado pelas diretrizes do novo Plano de Convivência com a Covid-19. As atividades na faixa de areia poderão ser realizadas de segunda a sexta feira, das 9h às 16h. O comércio de bairro recebeu autorização para funcionar a partir das 8h, desde que atenda ao máximo de 10 horas de atividades diárias. E as demais atividades comerciais tiveram horários estendidos.

As novas medidas foram anunciadas pelo governador Paulo Câmara por meio de um pronunciamento divulgado na última quinta-feira (22). Ele destacou que, diante da estabilização de casos, internações e óbitos por coronavírus no estado nas últimas semanas, o Comitê de Enfrentamento decidiu estender as atuais restrições até o dia 9 de maio.

Foram realizados alguns ajustes que passam a vigorar na segunda-feira. “Vamos autorizar o comércio de praia, de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, mantendo a proibição nos finais de semana. O funcionamento das atividades de maneira geral será estendido, nos finais de semana, até às 18h, para quem iniciar às 10h. Os estabelecimentos que abrirem às 9h só poderão funcionar até às 17h”, detalhou Paulo Câmara.

A executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, detalhou que o comércio de bairro, durante a semana, poderá iniciar as atividades a partir das 8h, desde que respeitando o horário máximo de 10 horas de atividades.

“O comércio de bairro, que tem uma dinâmica diferente, também poderá funcionar a partir das 8h da manhã, mas sempre respeitando o limite máximo de 10 horas de funcionamento. Então aqueles que optarem por iniciar suas atividades às 8h da manhã terão que encerrar suas atividades às 18h. Os que começarem às 9h, até às 19h. E aqueles que seguem a regra vigente de 10h da manhã, podem encerrar as suas atividades às 20h. A gente entende que o comércio de bairro não sobrecarrega o sistema de transporte público”, explicou Ana.

O funcionamento de clubes sociais, esportivos e agremiações segue proibido em todo o estado. Assim como shows, festas e eventos sociais e corporativos, com ou sem comercialização de ingressos. As salas de cinema, teatro, parques de diversão, práticas esportivas coletivas, museus e demais equipamentos culturais também seguem sem autorização para retomar atividades.

Diario de Pernambuco