Imunização: entenda como funciona a vacina da Astrazeneca/ Fiocruz

PUBLICIDADE

Nesta semana, foi comemorado o Dia Nacional da Imunização. A data tem como objetivo ressaltar a importância das vacinas para a prevenção de doenças graves. E neste momento que a nossa sociedade está vivendo, a discussão torna-se ainda mais pertinente. Com uma doença que já contaminou mais de 500 mil pessoas só em Pernambuco totalizando mais de 16,5 mil óbitos, a Covid-19 fez com que cientistas e pesquisadores produzissem vacinas com excelente eficácia em tempo recorde.

Um dos imunizantes contra a Covid-19 foi desenvolvido pelo laboratório britânico Astrazeneca, em parceria com a Fiocruz e a Universidade de Oxford. A vacina, aprovada para uso emergencial no Brasil em março, tem aproximadamente 80% de eficácia.

O assunto gera bastante interesse da população, e é tema recorrente em exames para o ingresso no curso superior especialmente para quem deseja cursar faculdades como medicina e biomedicina. De acordo com o professor de biologia do Cursinho Ficou Fácil Eraldo Belarmino, a vacina é desenvolvida com o um vírus que normalmente causa resfriados e gripes em chimpanzés: “Esse vírus recebe proteínas do coronavírus em laboratório, e quando é administrado em seres humanos é capaz de desencadear uma resposta imunológica artificial para produzir os anticorpos que nos protege de novas infecções ou casos graves da doença”, explicou Eraldo.

A imunização é considerada completa após duas doses da vacina, administradas com intervalo de 90 dias entre uma e outra. A partir daí, a pessoa vacinada tem uma chance 80% menor de contrair a doença.

Cursinho Ficou Fácil – Preparatório para o ingresso no Enem, especialmente na área de saúde em cursos como medicina e biomedicina, o Cursinho Ficou Fácil oferece aulas online para quem está se preparando para entrar na faculdade. Mais informações podem ser obtidas através do instagram @ficou.facil ou no site www.ficoufacilpassar.com.br .