Porto-riquenho de 112 anos é o homem mais velho do mundo

PUBLICIDADE

O homem mais velho do mundo é um porto-riquenho de 112 anos e 326 dias, Emilio Flores Márquez, anunciou nesta quarta-feira (30) em Londres o Guinness World Records.

Nascido em 8 de agosto de 1908 na localidade de Carolina, ao leste de San Juan de Porto Rico, Flores Márquez, chamado pela família de “Don Millo”, é o segundo dos 11 filhos de Alberto Flores Meléndez e Margarita Márquez García.

Ele frequentou a escola por apenas três anos e abandonou os estudos para ajudar o pai na plantação de cana-de-açúcar da família. Dedicou toda a vida à agricultura.

Como o homem mais velho entre os filhos da família, ele ficou responsável pelo trabalho e por cuidar dos nove irmãos e irmãs vivos.

O segredo da longevidade? “Meu pai me criou com amor e me ensinou amar a todos”, explicou. “Sempre nos dizia para fazer o bem, para compartilhar tudo com os outros. Além disso, Cristo vive em mim”, completou.

Flores teve quatro filhos – dois faleceram – com a esposa Andrea Pérez de Flores, que morreu em 2010 após 75 anos de casamento.

Ele tem cinco netos e cinco bisnetos.

Don Millo tem surdez e usa marca-passo desde os 101 anos. Atualmente mora em Rio Piedras, sob os cuidados dos filhos Tirsa e “Millito”.

O homem mais velho do mundo reconhecido pelo Guinness anteriormente era o romeno Dumitru Comanescu, que faleceu em 27 de junho de 2020, quando tinha 111 anos e 219 dias.

A mulher mais velha atualmente é Kane Tanaka, de 117 anos, que vive no Japão.

O recorde de longevidade humana reconhecia pertence à francesa Jeanne Louise Calment, que viveu 122 anos e 164 dias. Ela morreu em 1997.

Entre os homens, o japonês Jiroemon Kimura é considerado o mais longevo. Ele faleceu pouco depois de completar 116 anos, em junho de 2003.

AFP