Excesso de peso em veículos de carga bate recorde em Pernambuco

PUBLICIDADE

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um total de 5,4 mil toneladas de excesso de peso em veículos de carga, no primeiro semestre deste ano, em Pernambuco. O número supera as 2,9 mil toneladas aferidas durante todo o ano passado, além de ser considerado um recorde histórico no comparativo com o mesmo período de anos anteriores no estado.

Esse resultado é fruto do direcionamento da fiscalização para coibir irregularidades que coloquem em risco a segurança viária, a partir da criação de Grupos de Fiscalização de Trânsito e Transporte (GFTs) nas Delegacias da PRF. As equipes são compostas por policiais especializados na vistoria de veículos de carga e de transporte de passageiros. A preocupação do órgão é reduzir a gravidade dos acidentes, tendo em vista que esses veículos, quando envolvidos em colisões, podem acarretar uma grande quantidade de vítimas.

O transporte de peso além do permitido compromete o sistema de freios e suspensão dos caminhões, reduz a vida útil do pavimento das rodovias e contribui para a elevação da poluição atmosférica, causado pelo aumento no consumo de diesel. Além disso, essa infração afeta a dirigibilidade do veículo e dificulta a realização de manobras, contribuindo para a ocorrência de tombamentos e saídas de pista.

Por tudo isso, a PRF em Pernambuco reafirma o compromisso em continuar desenvolvendo operações periódicas, que contribuam para a promoção da segurança viária e preservação de vidas nas rodovias federais do estado.