Fisioterapia Veterinária: o melhor caminho para restaurar e manter a saúde do seu pet

PUBLICIDADE

Assim como em humanos, a fisioterapia também vem sendo fundamental na melhora da qualidade de vida dos animais, principalmente do cão, do gato e do cavalo. Conhecida como Fisioterapia Veterinária, ela é indicada, principalmente, na recuperação dos movimentos comprometidos devido a sequelas neurológicas e traumato ortopédicas. É importante também para pacientes no pré e pós-cirúrgico.

De acordo com o doutor Moisés Ferreira Filho, fisioterapeuta e veterinário, dentre os recursos fisioterapêuticos mais utilizados, estão a eletroterapia (utiliza a corrente elétrica com fins terapêuticos), a termoterapia (gera calor ou frio), a fototerapia (inclui o laser e a radiação infravermelha luminosa), a magnetoterapia ( ondas eletromagnéticas de baixa frequência), bem como a cinesioterapia (refere-se aos métodos e técnicas de exercícios terapêuticos) e a hidrocinesioterapia (utilização de exercícios terapêuticos na água), mais conhecida como fisioterapia aquática, que pode ser feita em piscina ou em esteira subaquática.

“Dependendo do quadro clínico do animal, após uma criteriosa avaliação funcional, todos os recursos citados podem estar presentes no planejamento terapêutico, sendo a fisioterapia aquática responsável por, aproximadamente, 50% da recuperação do animal, obviamente respeitando as possíveis contraindicações”, afirmou doutor Moisés, que atende nas clínicas veterinárias parceiras e também em domicílio.

Especialista em fisioterapia aquática, ele explica que esse método é muito eficaz porque, dentro da água, os animais têm mais facilidade na execução dos movimentos e dos exercícios, visto que, dentro d’água, o peso corporal pode ser reduzido em até 70%, além de diminuir o impacto nas articulações.

“A resistência da água fortalece os músculos e agiliza a recuperação em diversos problemas de saúde dos animais. Os resultados já podem ser vistos desde as primeiras sessões”, disse, acrescentando que a quantidade de sessões vai de acordo com o tratamento indicado para cada paciente.

Entre outros benefícios, a fisioterapia aquática é importante para o fortalecimento dos músculos e manutenção; alívio da dor, tensão e inchaço; aumento gradual da amplitude de movimentos das articulações; alívio dos espasmos musculares; melhora ativa da circulação sanguínea; melhora da condição física e psicológica (pulmões, coração e confiança para realizar atividades) e para o aumento da velocidade na recuperação de lesões.

Porém, segundo doutor Moisés, diante de tantos benefícios, infelizmente, muitos veterinários não encaminham seus pacientes para a fisioterapia. “Talvez por não acreditarem que seja essencial para a plena recuperação do animal, o que é lamentável”, concluiu.

Mais informações sobre o trabalho do fisioterapeuta e veterinário Moisés Ferreira Filho podem ser obtidas pelo telefone (81) 98826-9130 ou pelo Instagram #physiovetmm. Ele também dar consultorias em clínicas veterinárias para quem tiver interesse em montar um setor de fisioterapia, bem como cursos voltados para essa área.