UBAPC lamenta morte da educadora Aleir Galvão

PUBLICIDADE

A União Beneficente dos Artistas e Profissionais de Caruaru (UBAPC) recebeu com bastante tristeza, na manhã de hoje, a notícia da morte da educadora Maria Aleir Ribeiro Galvão, de 71 anos. A entidade, através de seu diretor-presidente José Marcolino, envia votos de profundo pesar à família e amigos da professora.

Ela estava internada há 12 dias na UTI do Hospital da Unimed e teve falência múltipla dos órgãos em decorrência da esquistossomose, doença com a qual convivia há anos.

Aleir estava no Colégio Diocesano de Caruaru desde 1993, onde atuou na direção pedagógica e formalizou a proposta inovadora do Colégio, dando sua importante contribuição para que o Diocesano chegasse ao que é hoje: uma escola de alto desempenho.