Mototaxista suspeito de matar assistente social se entrega à polícia e é preso por feminicídio

PUBLICIDADE

Na manhã de ontem (6), por volta das 7h, o mototaxista Ivanildo Manoel da Silva Júnior, de 38 anos, suspeito de matar, a facadas, a assistente social Vitória Almeida, de 25 anos, se entregou à polícia, e foi preso por feminicídio.

O crime aconteceu no dia 18 de setembro, em um bar localizado em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco e, segundo familiares, foi cometido por motivos de Ivanildo não aceitar a separação com a jovem. Ambos não estavam mais juntos há cerca de três meses.

De acordo com o delegado Humberto Pimentel, responsável pela prisão do mototaxista, o suspeito entrou em contato com a corporação para se entregar. Após captura, Ivanildo José foi encaminhado ao Hospital Regional José Fernandes Salsa, no Centro do Limoeiro, para passar por exame de corpo de delito.

Conforme o G1, o mesmo deve ser consequentemente conduzido à Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, na mesma cidade. O delegado informou, também, que pelo culpado não ter advogado, um defensor público deverá ser designado para o caso.

Vitória estava com um primo e dois amigos, no bar, quando o agressor chegou. Testemunhas relataram que, no local do crime, Ivanildo pediu à vítima para sentar próximo. A mesma negou e, momentos depois, quando estava indo em direção ao carro, com primo e amigos, o infrator agarrou a jovem, dando facadas.

Parentes da vítima afirmam que Ivanildo era violento na relação e que, por isso, a mesma tomou a decisão de se separar. Ivanildo Manoel da Silva Júnior, segundo o delegado Humberto, já havia respondido, anteriormente, e sido preso, por agressão à sua primeira esposa.