Sismuc alega ter sido impedido de vistoriar sede

PUBLICIDADE

O presidente do SISMUC – REGIONAL, Eduardo Mendonça, a equipe do sindicato e os vereadores Cabo Cardozo e Perpétua Dantas foram impedidos de vistoriar a sede da Guarda Municipal de Caruaru, que fica na AMTTC ( Autarquia de Mobilidade Trânsito e Transporte). O fato ocorreu na manhã desta quarta-feira (06). A visita era para averiguar algumas denúncias envolvendo más condições de trabalho dos servidores, como falta de equipamentos adequados ou mesmo fora do prazo de validade.

O secretário de Ordem Pública, Patrício Filho, alegou que o local é “bélico” ou seja, poderia colocar a vida da comitiva em risco. Mas, a resposta gerou um quetionamento. Até então, a Guarda Municipal de Caruaru não é armada, logo, os equipamentos utilizados como colete balístico, spray de pimenta e arma de choque, esses dois últimos com prazo de validade vencido, não ofereceriam, necessariamente, risco à vida. As informações são dos próprios agentes da Guarda Municipal.

Diante do ocorrrido, o presidente do SISMUC REGIONAL disse que o sindicato está acompanhando o caso e vai se reunir, em momento oportuno, para garantir que os agentes possam trabalhar com segurança, utilizando os devidos equipamentos para exercerem as funções.